Existe uma ciência por trás da escolha das cores de uma marca.

Imagine a seguinte situação: você sai para almoçar com os amigos. Os termômetros beiram a marca dos 40°C. Como o local de encontro era próximo da sua casa, você resolve ir andando mesmo. Senta na mesa e pensa em pedir para o garçom ligar o ventilador — mas eles já estão funcionando. Então, na tentativa de aliviar o calor, você pede uma bebida bem gelada. Em menos de um minuto, ele volta com uma garrafa de vidro extremamente gelada na bandeja. Qual é a cor do rótulo deste produto?

O Instituto de Pesquisa Janela Criativa informa: 99,98% das pessoas pensou no refrigerante de rótulo vermelho. Estamos falando de uma marca mundialmente famosa, pioneira e inovadora. Uma marca que dialoga com as necessidades, desejos, valores e crença de seu público. Uma marca que está no coração e na lembrança de todos — ou seja, uma lovemark.


Geralmente, os empreendedores possuem uma característica em comum: a vontade de fazer a diferença na vida das pessoas oferecendo algum produto ou serviço que atenderá alguma necessidade específica. No caso do exemplo, John Pemberton, desenvolveu a fórmula de um xarope — que mais tarde se tornaria a maior marca de refrigerante do mundo, com um poder tão grande a ponto de criar a figura do Papai Noel como conhecemos atualmente.

É claro, considerando as milhares de marcas no mercado, temos um fato: apenas uma minoria conquistará o alcance, o público e o valor de uma empresa como a Coca-Cola. Por outro lado, também podemos observar o quanto a parte visual de uma marca é importante para consolidá-la no mercado e fixá-la na memória das pessoas.

PSICOLOGIA DAS CORES

Em meio a tantas empresas disputando pela atenção, fidelização e lealdade do público, a escolha estratégica das cores é uma estratégia para captar sua atenção. Pode parecer que é só uma questão de preferências pessoais, mas a verdade é que existe uma ciência por trás dessa decisão.

Pare, pense e responda de maneira sincera: quando você não conhece uma marca, quais aspectos sensoriais você analisa antes de fazer a escolha? Estudos apontam que a grande maioria das pessoas afirmam que a identidade visual do produto e/ou da marca é um fator decisivo no momento de compra.

As cores chamam atenção, influenciam no reconhecimento da marca e podem ser responsáveis pela aceitação ou rejeição das pessoas. Elas estão diretamente relacionadas à forma pela qual enxergamos o mundo. Por este motivo, não devem ser menosprezadas quando você estiver construindo uma marca para o seu empreendimento.

Veja o significado das cores e como elas causam impacto no nosso cérebro:

AZUL

Representa tecnologia, saúde, purificação, acolhimento, frescor e paciência. Transmite calma, segurança e confiança. Aumenta a criatividade e produtividade.

VERMELHO

Representa prazer, sensualidade, paixão, entusiasmo, força, energia, liderança, intensidade e perigo. Transmite calor, confiança e proteção do medo/ansiedade.

AMARELO

Representa concentração, disciplina, lucro, inteligência, sorte, alegria, motivação e comunicação. Transmite credibilidade, otimismo, esperança, transparência. Ajuda a estimular a concentração e desenvolver o intelecto.

VERDE

Representa equilíbrio, natureza, fertilidade, juventude, riqueza, esperança, possibilidade, abundância e estabilidade. Transmite tranquilidade, harmonia, frescor e vitalidade. Está ligada à saúde e coerência.

LARANJA

Representa mudança, expansão, dinamismo, generosidade, aconchego, energia, criatividade, alegria e excitação. Estimula a área do cérebro que responde pela necessidade de repetição da experiência prazerosa. É uma cor amigável e convidativa.

ROXO

Representa mistério, sensatez, velocidade, inovação, concentração, sucesso, sabedoria e idealismo. Está relacionada a área do cérebro ligada ao planejamento de ações, resolução de problemas e pensamento abstrato.

PRETO

Representa elegância, poder, modernidade, sofisticação, anonimato e força.


Caso queira testar as melhores combinações de cores para construir a sua marca, você pode usar o Color Suply — uma ferramenta gratuita super bacana!

 

Fonte: https://medium.com/@agenciajanela/psicologia-das-cores-branding-1f33c0f8d534